Duas teses de doutorado defendidas no Instituto de Economia venceram mais um importante prêmio de reconhecimento à qualidade acadêmica das teses denfendidas na instituição para a contribuição com o desennvolvimento regional brasileiro.

As teses “A esfinge e o faraó: a política regional do governo lula (2003- 2010)”, de Vitarque Lucas Paes Coelho, orientado pelo professor Fernando Cézar de Macedo Mota, e “Comércio ecologicamente desigual no século XXI: evidências a partir da inserção brasileira no mercado internacional de minério de ferro”, de Beatriz Macchione Saes, orientada pelo professor Ademar Ribeiro Romeiro, venceram a quarta edição do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional, na categoria Produção de Conhecimento Acadêmico.

O prêmio é uma iniciativa do Ministério da Integração Nacional e tem por objetivo promover a reflexão, do ponto de vista teórico e prático, acerca do desenvolvimento regional no Brasil, envolvendo o poder público e a sociedade civil organizada na discussão e na identificação de medidas concretas para a redução das desigualdades de nível de vida entre as regiões brasileiras e a promoção da equidade no acesso a oportunidades de desenvolvimento.

Mais

A tese vencedora foi objeto de reportagem do Jornal da Unicamp em 2015. Veja a notícia aqui

Mais informações sobre a tese “Comércio ecologicamente desigual no século XXI : evidências a partir da inserção brasileira no mercado internacional de minério de ferro” – aqui